domingo, 9 de fevereiro de 2014

R7- EPISÓDIO A MÃO RESSEQUIDA SERÁ EXIBIDA NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA

O R7 fez uma entrevista com a atriz Rayana Carvalho que conta um pouco mais sobre a história do episódio que será exibido na próxima quarta-feira às 21:15.
Confira:
Até que ponto a dedicação e o amor incondicional de uma mulher por seu marido pode ajuda-lo a superar um grave problema de saúde? É dentro deste contexto que se passa a história de Ada, personagem interpretada pela atriz Rayana Carvalho, no quarto episódio da minissérie Milagres de Jesus, que será exibido na próxima quarta-feira (12).
A Mão Ressequida relata a vida de Gerson (Chay Suede), um jovem judeu de ótimo coração e exímio tocador de flauta. Sua música encanta Ada, que também é cortejada por Chaim (Rodrigo Phavanello), irmão de Gerson. Mas Ada decide se casar com Gerson e a união desperta a ira de Chaim. O casal vive em plena felicidade até que a mão esquerda de Gerson começa a apodrecer, contaminada pela peste. Chaim aproveita a situação e tenta apressar a morte do irmão, com o objetivo de ficar com Ada. Mas a fé que Gerson mantém nos momentos mais difíceis, o amor incondicional de sua esposa e um encontro inesperado com Jesus farão com que ele escape desse destino trágico e volte a ser feliz ao lado de sua amada.

De acordo com Rayana, trata-se de uma bonita história de amor, mesmo em tempos remotos, em que as mulheres eram completamente submissas aos homens. E para compor seu personagem, a atriz contou que doou muitas características de sua personalidade para construir Ada da melhor forma possível.
— Eu precisei estar muito calma, ter muita paciência e doar minha energia para compor Ada, uma vez que naquela época as mulheres eram submissas e isso se refletia na maneira como se falava. Então eu procurei pontos de voz mais baixos e muita cautela na hora de me expressar. Já pratiquei yoga e isso me ajudou muito.

A atriz explicou ainda que, mesmo dentro deste contexto de submissão, Ada pode ser considera uma mulher vanguardista, já que conseguia dizer o que queria para o homem que amava.
— Isso me fez ver o quanto eu e Ada temos em comum. Mesmo falando em tom baixo, ela foi à frente de seu tempo e defendeu os seus ideais. Eu também sou assim, dou as caras, procuro ir à luta para conseguir o que eu desejo. Eu diria que nós duas temos o mesmo signo.

Muitas cenas do episódio A Mão Ressequida foram gravadas em estúdios que foram montados de forma a transportar o telespectador às regiões áridas do Oriente Médio. A quantidade de poeira utilizada para dar realidade às gravações foi um dos obstáculos mais difíceis de ser superado, conforme contou Rayana.

— Já não é uma das tarefas mais fáceis vivenciar uma outra época, onde se tinha pouca qualidade de vida e poucos recursos. Durante as gravações a gente inalava muita fumaça, que deixava minhas vias aéreas entupidas por dias. Outro ponto difícil pra mim foi quando gravei em cima de uma pedreira, com uma altura bastante considerável. Morro de medo de altura, mas deu tudo certo. Apesar disso tudo foi um grande presente participar desta minissérie. Fiquei muito feliz pela oportunidade.


Crédito: R7

0 comentários: